sexta-feira, 10 de setembro de 2010

A PRIMEIRA MULTA


Manhã de sabado abril de 66, uma tropa de lambretas & vespas com garupas, rumo a Pelotas pra bagunçar nas ruas daquela city. No km 32 daquela rodovia fomos atacados pela Policia Rodoviaria Federal paramos no acostamento quatro lambretas e duas vespas uma fumaceira danada cheirando a óleo de ricino das maquinas dois tempos. Eramos doze guris ! ¨DOCUMENTOS E HABILITAÇÕES¨ gritou o guarda gordão de bigode ruivo. Olhamos uns pros outros e começamos a tirar os ¨documentos¨ dos bolsos: carteiras do Regatas, do Grêmio Luzitano, do Caxeiral, calendarios de mulher pelada, pente Flamengo etc... Dos doze, seis eram menores, o LANFRANCO com sua vespa preta e ainda menor de idade chegou pra mim e disse ¨É TUA¨ como fazia um mês que tinha feito dezoito anos, assumi a paternidade da ¨DITA¨ , sem placas, sem documentos, sem Luz, sem... etc. etc... Saquei a carteirinha do Regatas e larguei na mão do guarda, ele me olhou por cima dos óculos e começou a preencher a multa, após um tempo fomos todos liberados, graças a Deus, e seguimos nossa viagem pra Pelotas, mais tranquilos pois naquele dia não seriamos multados de novo.

4 comentários:

Miguel Sanchis disse...

Outros tempos... viajei no tempo com esta história.

Michelle disse...

Bah pai... que mau exemplo hein?! huahauhau...

disse...

Rsss Pô tio se fosse hoje e a gente mostrasse a certeirinha da SAC até a lambreta eles caçavam!

Luiz Carlos Vaz disse...

Sardá, quero saber quem "marchou" depois com os 200 cruzeiros...hehehe